30/10/2017

Jornal Opção - Parceria entre Sebrae e plano de incentivo aquece indústria goiana do plástico

Goiânia e cidades próximas são beneficiadas com programa que oferece desde capacitação até gestão financeira e controle de qualidade

Micro e pequenos empresários da indústria transformadora de plástico da Grande Goiânia e cidades da região vêm ganhando um fôlego a mais para provar que é possível crescer em tempos de economia turbulenta. O Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast) - iniciativa da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST), e da Braskem, maior petroquímica das Américas - e o Sebrae Goiás criaram uma parceria que beneficia os micro e pequenos empreendedores do polo industrial local.

De acordo com Rui Costa, coordenador do programa no Sebrae, o incentivo do PICPlast foi importante para driblar a crise. "A implantação do programa de capacitação fez total diferença, por exemplo, para que postos de trabalho se mantivessem abertos. Apesar do delicado período não registramos demissões significativas no setor", informou.

Ao todo, são nove empresas participando do programa, iniciado em agosto de 2016. A partir de um diagnóstico individual, todas passaram por uma dinâmica para desenvolver um plano de trabalho baseado em quatro pilares: estratégias empresariais, gestão financeira, gestão comercial e gestão de qualidade. Além disso, durante o período foram ministradas aulas teóricas em grupo e consultorias.

Crise, aliás, é uma palavra que o empreendedor Hugo Dias diz desconhecer. À frente da Natuplast, indústria plástica de sopro e injeção, Dias credita os ótimos resultados conquistados pela empresa à participação no programa. "Já tínhamos um plano de gestão traçado, mas o PICPlast e o Sebrae foram fundamentais para lapidá-lo", afirma.

Em um ano, a Natuplast viu seu principal produto, o garrafão de água de 20 litros, ganhar um incremento de vendas de 17%. Além disso, a empresa ampliou sua oferta de produtos, que agora também traz outros tipos e tamanhos de embalagens, além de copos e canecas de plástico destinados a bares, festas e eventos. São mais de 300 clientes atendidos no ano e um aumento de 60% no faturamento. "Abrimos uma filial em Campinas, interior de São Paulo, e já programamos abrir outras duas no Norte e no Nordeste. O plano é ter uma Natuplast em cada região do País", garante o empreendedor.

O programa de capacitação PICPlast e SEBRAE Goiânia vai até dezembro. Parceria semelhante acontece também nos estados de Pernambuco, Alagoas e Bahia, além dos programas já concluídos em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro.